Mais lidas
Economia

Economistas ouvidos pela Fazenda veem rombo fiscal de R$ 68 bi no ano

.

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - Economistas do mercado financeiro ouvidos pelo Ministério da Fazenda nesta semana apostaram num rombo ainda maior das contas públicas neste no em comparação com as previsões feitas em dezembro.
De acordo com a segunda edição do relatório Prisma Fiscal, divulgado nesta quinta-feira (21), o governo terá um deficit fiscal de R$ 68,2 bilhões, ante previsão anterior de R$ 53,1 bilhões. A pesquisa é mensal.
Mesmo com a arrecadação em queda e um corte de gastos não efetivo o bastante para melhorar o quadro fiscal, o discurso da equipe econômica da presidente Dilma é de que o governo central vai economizar R$ 24 bilhões neste ano.
Segundo os dados da pesquisa, a expectativa de recolhimento de tributos -um indicador que tem forte conexão com a atividade econômica- também caiu. Em dezembro, esperava-se uma arrecadação de R$ 1,301 trilhão para o ano. Agora, o mercado aposta em R$ 1,295 trilhão.
A Receita Federal mostrou nesta quinta que a arrecadação de impostos em 2015 foi de R$ 1,274 trilhão, uma queda de 5,6% em relação ao ano anterior. O órgão não divulgou projeções para este ano.
O Prisma Fiscal foi lançado pelo Ministério da Fazenda no fim do ano passado, nos moldes na pesquisa Focus, feita pelo Banco Central semanalmente com economistas de fora do governo sobre suas perspectivas para indicadores econômicos como PIB e inflação.





×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber