Economia

Netflix vai explorar Bollywood da Índia na busca por expansão global

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A expansão global do Netflix está preparada para alcançar a indústria cinematográfica indiana, disseram executivos do setor, onde a conexão de alta velocidade da Internet está se espalhando rápido entre uma vasta população acostumada a pagar centavos pelos últimos filmes de Bollywood.
O menor crescimento nos Estados Unidos tem colocado pressão no serviço de streaming de vídeo do Netflix para crescer internacionalmente, e a Índia, onde um quinto da população de 1,3 bilhão de habitantes é conectada, é amplamente vista como um provável próximo passo na Ásia.
O Netflix se recusou a comentar sobre seus planos, mas executivos do setor disseram à Reuters que esperam um anúncio sobre a Índia ainda esta semana no Consumer Eletronics Show em Las Vegas, onde o cofundador e presidente executivo, Reed Hastings, tem conversa agendada sobre a expansão internacional.
O desafio é convencer os indianos a gastar, dizem analistas. A média de receita por usuário (Arpu, na sigla em inglês) do Netflix no terceiro trimestre foi de US$ 25,29 nos Estados Unidos e de US$ 21,59 no resto do mundo.
Na índia, onde a entrada para um filme pode custar 29 rúpias (US$ 0,44), e as assinaturas são de 200 rúpias, analistas esperam que a Arpu seja bem menor.