Mais lidas
Economia

Black Friday já movimentou R$ 393 milhões; Procon recebe reclamações

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Até às 11h desta sexta-feira (27), a Black Friday, data em que o comércio oferece descontos e liquidações, já movimentou R$ 393 milhões em vendas no varejo on-line.
Os dados da ClearSale, empresa especializada em fraudes que monitora o faturamento do evento em parceria com o Busca Descontos, organizador da Black Friday.
Ainda de acordo com o levantamento, foram realizados 751.774 pedidos, um aumento de 42,4% em relação ao mesmo horário no ano passado.
O ranking com mais compras entre regiões até o momento é ocupado em primeiro lugar pelo Sudeste, com 65%, seguido pelo Sul (13%), Nordeste (12%), Centro-Oeste (6%) e Norte (1%). Dentre as cidades, a primeira posição é ocupada por São Paulo, com 13%, seguida pelo Rio de Janeiro (8%) e Brasília (2%).
Já as categorias com mais transações registradas são eletrodomésticos (R$ 101,57 milhões), celulares (R$ 81,83 milhões) e eletrônicos (R$ 64,76 milhões).
A expectativa do comércio é de que as vendas da Black Friday subam de R$ 872 milhões, em 2014, para R$ 978 milhões neste ano, uma alta de 12%.
RECLAMAÇÕES
O Procon-SP está de plantão para atender os clientes da Black Friday. O órgão já registrou 458 reclamações desde as 19h de quinta e as 12h desta manhã. Em 2014, em ação semelhante, o órgão registrou um total de 1.356 atendimentos durante a Black Friday inteira.
O site Reclame Aqui já contabilizou 2.131 reclamações durante o mesmo período. Em 2014, a empresa registrou mais de 12 mil queixas durante toda a Black Friday, entre 12h de quinta e 23h59 de sexta.




×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber