Mais lidas
Economia

Donos da Microsoft e Zara disputam posto homem de mais rico da mundo

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O posto de homem mais rico do mundo da revista "Forbes" teve uma disputa acirrada nesta sexta-feira (23). O espanhol Armando Ortega, cofundador do grupo Inditex (Zara), e o americano Bill Gates, fundador da Microsoft, travaram- mesmo que indiretamente- uma competição pelo primeiro lugar.
O fato ocorreu graças a valorização das ações das companhias dos bilionários e pela atualização em tempo real feita pela publicação.
Logo pela manhã, Ortega viu as ações de seu grupo valorizarem, faturando US$ 2,1 bilhões. O fato elevou a fortuna do espanhol a US$ 78,6 bilhões.
Com a alta, Ortega passou Gates, e se tornou, pela primeira vez, o homem mais rico do mundo. O status, porém, não durou muito.
A tarde, as ações da Microsoft subiram 10,4%, após a divulgação do balanço trimestral da Microsoft. O fato fez com que Gates ganhasse US$ 1,4 bilhão, atingindo US$ 79,5 bilhões e conduziu o americano novamente ao topo. O fundador da Microsoft aparece na lista feita pela "Forbes" desde 1995
Gates perdeu o posto de homem mais rico do mundo apenas duas vezes: para para Carlos Slim e Warren Buffett.
Apesar das alterações na liderança, as demais posições principais se mantiveram as mesmas durante toda a sexta-feira.
Na lista, Gates e Ortega são seguidos pelo magnata do setor de comunicação Warren Buffett, que possui uma fortuna avaliada em US$ 64,4 bilhões pela publicação.
O topo do ranking conta ainda com o mexicano Carlos Slim (US$ 62,5 bilhões), com o fundador da Amazon, Jeff Bezos (US$ 49,9 bilhões), além do criador da Oracle, Larry Ellison (US$ 47,6 bilhões).
BLOOMBERG
A rápida troca das cadeiras que ocorreu na revista "Forbes" na sexta (23) não ocorreu na "Bloomberg", outra publicação que avalia as maiores fortunas do mundo.
Isso porque, na avaliação dessa publicação, Gates continua com folga a frente dos demais.
A fortuna do americano é avaliada pela "Bloomberg" em US$ 83,9 bilhões, bem acima do montante acumulado por Amancio Ortega, de US$ 75,7 bilhões. Mesmo com os ganhos, o espanhol não conseguiu passar o americano.
A "Bloomberg" atualiza a lista diariamente após o fechamento do mercado. Os primeiros lugares na "Bloomberg" ainda incluem Warren Buffett (US$ 64,5 bilhões), Carlos Slim (US$ 59,9 bilhões) e Charles Kock (US$ 51,7 bilhões).

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber