Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Economia

Bolsa segue bom humor externo e sobe amparada por Petrobras e bancos

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O principal índice da Bolsa brasileira opera em alta nesta segunda-feira (5), acompanhando o bom humor externo, após dados do mercado de trabalho americano divulgados na última sessão terem alimentado expectativas de aumento de juros apenas em 2016 nos Estados Unidos. A menor aversão ao risco também reduz a pressão sobre o câmbio, e o dólar cai.
Segundo analistas, o aperto monetário americano retiraria investimentos de países como o Brasil, por isso a expectativa de que ele demorará mais para acontecer tem efeito positivo sobre os mercados. Antes dos dados de sexta-feira, que mostraram redução nas contratações e queda nos salários nos EUA em setembro, as apostas eram de aumento do juro americano até dezembro deste ano.
Às 10h45 (de Brasília), o Ibovespa subia 1,92%, para 47.935 pontos. O volume financeiro girava em torno de R$ 600 milhões. No exterior, os principais mercados acionários europeus ganhavam mais de 2%, enquanto em Nova York as Bolsas subiam em torno de 1%.
"Além da expectativa mais otimista para a política monetária dos EUA, dados fracos da economia chinesa divulgados recentemente ampliam a expectativa de que o governo da China possa anunciar novas medidas de estímulo naquele país, o que também alimenta o otimismo do investidor nesta segunda-feira", disse Lauro Vilares, analista da Guide Investimentos.
Para Vilares, porém, o mercado segue alerta em relação ao cenário político brasileiro. "Está bem agitado. Nesta semana está prevista a votação de vetos presidenciais da chamada pauta-bomba, especialmente o que se refere ao reajuste do Judiciário, e isso deve se manter no foco do mercado", disse.
"Se houver um desfecho não favorável ao governo, a Bolsa pode 'pesar' bastante. Por enquanto, a presidente Dilma Rousseff ganhou uma 'sobrevida' e as discussões sobre impeachment foram jogadas um pouco mais para frente, com uma ligeira tranquilidade no mercado", completou Vilares.
As ações preferenciais da Petrobras, mais negociadas e sem direito a voto, subiam 3,98%, para R$ 8,08 cada uma. As ordinárias, com direito a voto, ganhavam 6,01%, para R$ 9,70. O movimento é amparado na alta do petróleo no mercado internacional.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Economia

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber