Facebook Img Logo
Mais lidas
Economia

Economistas preveem inflação de 9,5% e queda do PIB de 2,8% em 2015

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Economistas consultados pelo Banco Central ampliaram a sua previsão para o IPCA (Índice Geral de Preços ao Consumidor Amplo) para 9,46% no fechamento do ano, segundo o centro das estimativas (mediana). Há uma semana esperava-se que o IPCA fechasse em 9,34%.
Para 2016, a expectativa é de que a inflação feche em 5,87%. Há uma semana esperava-se uma inflação em 5,70%.
Segundo as previsões, o PIB deve fechar em queda de 2,80% em 2015 -há uma semana esperava-se queda de 2,70%.
Em 2016, a expectativa é de queda de 1,00%. Na semana passada esperava-se queda de 0,80%.
A expectativa para a alta da taxa de câmbio também foi ampliada, após uma semana de volatilidade do real. A previsão é de que a moeda feche o ano em R$ 3,95. Há uma semana, esperava-se uma taxa de câmbio de R$ 3,50.
Na sexta-feira, o dólar à vista, referência no mercado financeiro, fechou em baixa de 3,49%, para R$ 3,974 na venda. Na semana, no entanto, a moeda chegou a ultrapassar R$ 4,10, e acumulou alta de 1,46% -a sexta semana seguida de avanço.
A expectativa é de que a moeda feche 2016 em R$ 4,00, a mesma previsão da semana anterior.
A previsão para a taxa de juros Selic no fechamento de 2015 foi mantida em 14,25% ao ano. Para 2016, a previsão foi ampliada para 12,50%, sendo que há uma semana esperava-se uma Selic em 12,25%.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

mais notícias

Últimas de Economia

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber