Mais lidas
Economia

Internet pode ter consequências permanentes, diz Rosana Hermann

.

FELIPE GIACOMELLI
SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Há um conflito entre o permanente e o efêmero na internet. É o que disse a jornalista e professora Rosana Hermann, nesta quarta-feira (23), no youPIX CON.
Para ela, esse conflito acontece principalmente nos comentários nos portais, blogs e redes sociais. Neles, para o usuário que deixou o comentário, esse momento é algo efêmero, mas os resultados deixados tanto para quem postou quanto para quem foi alvo do comentário podem ser permanentes.
Ela lembra o caso de uma mulher que colocou no Facebook uma foto de um homem de camisa regata e bermuda junto com a legenda "aeroporto ou rodoviária?".
Enquanto bastaram apenas alguns botões para postar o comentário, as consequências foram duradouras. A mulher que fez a postagem foi perseguida por usuários da internet e acabou perdendo o emprego na universidade em que dava aula.
Mas o apogeu da efemeridade nas redes sociais, para Hermann, é o Snapchat, rede social de vídeos de até dez segundos, que podem ser assistidos apenas uma única vez e têm prazo de validade.
O problema para ela é que até mesmo os usuários do Snapchat reclamam dessa instantaneidade. Neste mês, a rede social disponibilizou alguns efeitos para os vídeos, como vomitar arco-íris. Foram um sucesso, mas duraram apenas cinco dias antes de serem retirados do ar. Assim, o Snapchat acabou sendo alvo da ira dos seus próprios usuários.
Para acabar com a preocupação com a efemeridade, Hermann dá um conselho: "Let it Go" ("deixe ir embora"), refrão que ficou famoso pela canção do filme "Frozen".
Segundo a jornalista, as pessoas têm uma necessidade de fazer parte de algo de que gostam, por isso vão atrás de seus ídolos em troca de algumas lembranças. Como na internet, essa prática é cada vez menos possível -o melhor é não se importar em o quão rápido as coisas se vão.
"A cabeça da gente tem a ideia de que somos o acúmulo de todas as nossas experiências do passado", diz Hermann. "Mas precisamos deixar as coisas ir embora. 'Let it go'."

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber