Mais lidas
Economia

Dólar chega a custar R$ 4,61 nas casas de câmbio em São Paulo

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A alta histórica do dólar, que chega a maior cotação ante o real nesta quarta-feira (23), afeta o turista que procura a divisa norte-americana. A cotação, para quem busca a moeda para viajar, já chega a R$ 4,38 em espécie e R$ 4,61 no cartão pré-pago.
Nas casas de câmbio em São Paulo, a cotação do dólar, próximo das 11h, variava entre R$ 4,31 e R$ 4,38 em espécie, já com a incidência do IOF (Imposto sobre Operações Financeiras).
Já no cartão pré-pago, onde a tributação é maior, a moeda norte-americana era cotada entre R$ 4,52 e R$ 4,61. Na média, o dólar turismo já está R$ 0,08 mais cara que na terça-feira (22).
O euro era outra moeda que registrava uma alta generalizada nas casas especializadas em câmbio. A moeda única europeia chegou a ser cotada em R$ 4,90 em espécie e R$ 5,15 no cartão -ambas cerca de R$ 0,10 mais caras que na terça.
TIPOS DE DÓLAR
O valor do dólar divulgado diariamente pela imprensa é o dólar comercial, que tem cotação menor que o dólar das casas de câmbio.
O comercial é utilizado para movimentações financeiras do governo no exterior e empréstimos de brasileiros residentes fora do país, além de ser usado por grandes empresas para a realização de importação e exportação de mercadorias.
Nas casas de câmbio, onde as pessoas comuns compram a moeda, o valor é maior. Ele é vendido para os pequenos compradores, que utilizam o dólar para viajar. O dólar turismo também é usado na conversão dos débitos realizados em moeda estrangeira no cartão de crédito e aquisição de passagens aéreas, por exemplo.
DICAS PARA TURISTAS
Os especialistas recomendam que as pessoas que planejam viajar fracionem a compra de moeda estrangeira. Assim, ao final da aquisição, o valor pago em média pelo dólar neutraliza uma eventual valorização forte em algum período.
Além disso, como no caso de qualquer outro produto, os preços da moeda estrangeira variam em diferentes casas de câmbio. Por isso, vale a pena telefonar para o máximo de casas de câmbio possível para comparar as diferentes taxas e cotações.
ESPECULADORES
Quem pensa em comprar dólar para ganhar com a possibilidade de valorização deve ter cuidado com os custos de transação. Câmbio é uma operação cara, que envolve comissões de 1,5% a 15% acima da cotação à vista; além disso, ao comprar dólar, o investidor abre mão dos juros elevados que teria no banco.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber