Facebook Img Logo
Mais lidas
Economia

Investimento estrangeiro recua 37% em julho; 3º trimestre tem forte queda

.

EDUARDO CUCOLO
BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - A queda nos investimentos estrangeiros em empresas brasileiras se acentuou no terceiro trimestre de 2015, segundo dados do Banco Central.
Em julho, os investimentos diretos no país recuaram 37%, para US$ 6 bilhões. Para agosto, o BC projeta uma entrada de US$ 3 bilhões, bem abaixo dos US$ 10 bilhões registrados no mesmo período de 2014. Até o fim do primeiro semestre, a queda acumulada no ano estava em 33%.
O chefe do Departamento Econômico do BC, Tulio Maciel, afirmou que a redução na entrada de capital estrangeiro é semelhante ao que tem sido visto em relação aos investimentos com recursos nacionais no Brasil.
"Há uma redução dos investimentos, independente de ser doméstico ou externo. Há um comportamento similar dos investimentos estrangeiros em relação ao que temos observado nos dados das contas nacionais", afirmou Maciel. "A atividade econômica e eventos não econômicos têm afetado esses investimentos diretos."
Maciel afirmou que a queda no investimento direto não compromete o financiamento do deficit do Brasil nas suas transações de bens, serviços e rendas com o exterior, que também recuou neste ano por conta da atividade econômica mais fraca.
VIAGENS
Dados parciais do BC para o mês de agosto também mostram queda nas gastos com viagens internacionais, que recuaram cerca de 30% neste ano até julho e atingiram o menor valor desde 2010.
"Os dados parciais mostram aprofundamento dessa tendência", afirmou Maciel, projetando queda de 46% nas despesas líquidas, que consideram também as receitas com turismo de estrangeiros no Brasil.
"Essa é uma das contas que reagem mais prontamente à taxa de câmbio. A moderação na renda é outro fator que também influencia esses resultados."
Câmbio mais desvalorizado e atividade mais fraca neste trimestre também ajudam a derrubar as remessas de lucro para fora do país.
Os dados parciais de agosto mostram envio de US$ 826 milhões até a semana passada, bem abaixo dos US$ 3 bilhões registrados em agosto de 2014.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas de Economia

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber