Facebook Img Logo
Mais lidas
Economia

Investimentos brasileiros nos EUA crescem mais de 200% em 5 anos

.

RAUL JUSTE LORES
WASHINGTON. EUA (FOLHAPRESS) - Os investimentos brasileiros nos EUA cresceram 221% entre 2007 e 2012. No início deste ano, empresas brasileiras estavam presentes em 29 dos 50 Estados americanos.
Os dados da pesquisa que mapeia os investimentos entre os dois países demonstram o crescimento da presença brasileira nos EUA às vésperas da visita da presidente Dilma Rousseff, na terça-feira (30), à Casa Branca. O estudo foi encomendado pela agência de promoção comercial do governo brasileiro, a Apex, a Confederação Nacional da Indústria (CNI) e pela Brazil Industries Coalition (BIC), associação patronal brasileira em Washington.
A pesquisa mostra que as empresas com controle acionário brasileiro já proporcionam 76 mil empregos ao mercado americano (empresas americanas são responsáveis por 598 mil postos de trabalho no Brasil).
O mapeamento pode ajudar o lobby brasileiro nos EUA. Outros países, como o Canadá, sabem exatamente em que distritos estão suas empresas, o que ajuda a perceber quais deputados podem se tornar seus aliados no futuro.
"Para promover as exportações brasileiras, remover barreiras regulatórias e promover investimentos, é bom ter essa radar monitorando quais são os congressistas nos distritos que recebem o impacto do investimento brasileiro", disse o presidente da Apex, David Barioni Neto.
"Surpreende a qualidade dos setores, todos de alto valor agregado, de lado a lado."
A assimetria entre o que um país investe no outro foi reduzida nos últimos anos. Se o estoque de investimentos em 2012, mostrava que para cada dólar brasileiro investido nos EUA, havia US$ 35 americanos no Brasil, entre 2010 e 2012, essa diferença caiu para menos de três para um (o Brasil investiu nos EUA US$ 5,8 bi, enquanto os EUA investiram US$ 13,5 bi no mesmo período).
Segundo o mapeamento, os maiores investidores nos EUA foram Petrobras, JBS e Gerdau; as americanas que mais investiram no Brasil foram a montadora GM, Nucor (metais), Archer Midlands (de energias renováveis), e a petrolífera Chevron.
O Texas foi o Estado americano que mais recebeu investimentos brasileiros, quase 25% do total. Junto a Flórida, Tennessee, Carolina do Norte e Nebraska, detém 50% do investimento brasileiro nos EUA.
Apesar do crescimento, o Brasil representa apenas 0,13% do estoque de investimentos estrangeiros nos EUA. Comparado a outros emergentes, o Brasil ainda está atrás de México (0,56%), China e Índia (0,19% cada) como os países com maiores investimentos nos EUA. Recentemente, a China aumentou muito seus investimentos no país.
Para a Ana Paula Repezza, gerente de estratégia de mercado da Apex, entender o cenário nos permite pensar em novas ações.
"Há 41 Estados americanos de onde sai o investimento no Brasil e 29 Estados americanos onde existe investimento brasileiro. Ou seja, há 12 Estados onde ainda não investimos onde há investidores que conhecem o Brasil e de onde poderiam sair novas parcerias e sociedades com grupos brasileiros."

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas de Economia

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber