Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Economia

App de música de Jay Z perde outro presidente-executivo

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O serviço de streaming de música do rapper norte-americano Jay Z, Tidal, acaba de perder outro presidente-executivo.
Peter Tonstad deixou o cargo apenas três meses após ter sido nomeado presidente-executivo interino.
Ele assumiu a posição após a saída de Andy Chen, em abril, enquanto a empresa procurava por um substituto permanente, segundo o site Business Insider.
Por enquanto, a empresa será comandada por executivos em Nova York e Oslo, capital da Noruega, diz a Tidal.
O jornal noruguês "Dagens Næringsliv" foi o primeiro a noticiar a saída de Tonstad. Quando procurado pelo jornal para um comentário, Tonstad disse "a única coisa que eu posso confirmar é que eu me demiti".
Na semana passada, o Tidal liberou seus preços para o Brasil -as mensalidades serão de R$ 15 e R$ 30 e teste grátis por 30 dias. Apesar do site já ter versão em português, o serviço ainda não está disponível.
O Tidal, concorrente do Spotify, foi comprado por Jay Z em março e, desde então, tem passado por grandes mudanças. Na ocasião da saída de Chen, outras 24 pessoas foram demitidas e a empresa fechou sua sede na Suécia.
No final de abril, Jay Z postou uma série de mensagens no Twitter acusando rivais de "jogar sujo" contra o seu app de streaming. Na época, o Tidal estava sendo muito criticado pela imprensa desde sua queda no ranking de aplicativos mais baixados na App Store.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Economia

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber