Facebook Img Logo
Mais lidas
Economia

Aérea portuguesa comprada por dono da Azul quer investir em Brasil e EUA

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Adquirida pelo consórcio dos empresários Humberto Pedrosa e David Neeleman no último dia 11, a TAP-Portugal vai apostar forte nos mercados dos Estados Unidos e Brasil, que querem que a companhia aérea voe para 10 novos destinos em cada um dos locais.
"Vamos expandir muito para os Estados Unidos, há muitas oportunidades lá e no Brasil. Mais 10 destinos nos EUA achamos que podemos voar, mais oito ou 10 no Brasil", disse o empresário na cerimônia de assinatura do acordo de privatização da TAP.
Atualmente, a TAP opera diretamente voos para Newark, em Nova York, e para Miami. No Brasil opera voos para 11 destinos.
David Neeleman, que tem nacionalidades brasileira e norte-americana, detém a companhia aérea brasileira Azul e fundou a JetBlue Airways, uma linha aérea de baixo custo sediada em Nova York e de cuja liderança ele saiu em 2007.
Em 11 de junho, o governo de Portugal anunciou que o consórcio Gateway, que alia Neeleman a Humberto Pedrosa, presidente da companhia portuguesa de ônibus Grupo Barraqueiro, venceu a disputa pela privatização de 61% da TAP.




O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

mais notícias

Últimas de Economia

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber