Mais lidas
Economia

Governo aposta em 30 acordos com a China para evitar 'paralisia'

.

MARINA DIAS
BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O governo Dilma Rousseff vai anunciar nesta terça-feira (19) a assinatura de mais de 30 acordos bilaterais com a China, principalmente nas áreas de infraestrutura e logística, como parte do plano de concessões que será anunciado pela presidente em junho.
Dilma recebe nesta terça o primeiro-ministro da China, Li Keqiang, para discussões sobre parcerias de investimento e ampliação do comércio entre os dois países.
Segundo auxiliares da presidente, o Palácio do Planalto vai apostar nos negócios com a China para evitar uma "paralisia" do governo com o corte do Orçamento de 2015, que será anunciado até sexta-feira (22) e deve ficar na casa dos R$ 70 bilhões.
Na tarde desta segunda-feira (18), Dilma fez uma reunião ampliada, com a presença de diversos ministros e do embaixador Li Jinzhang, para acertar os últimos detalhes dos acordos.
Entre os projetos está uma obra faraônica, uma megaferrovia que ligará Brasil e Peru e será construída pelos chineses.
Participaram do encontro com o embaixador brasileiro na China os ministros Joaquim Levy (Fazenda), Nelson Barbosa (Planejamento), Aloizio Mercadante (Casa Civil), Armando Monteiro (Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior), Katia Abreu (Agricultura), Antonio Carlos Rodrigues (Transportes), Mauro Vieira (Relações Exteriores), Jaques Wagner (Defesa) e Ricardo Berzoini (Comunicações).
PARCEIRO
Em 2009, a China se tornou o principal parceiro comercial do Brasil. Só no ano passado, as exportações somaram US$ 40,6 bilhões e as importações, US$ 37,3 bilhões, um fluxo de US$ 15,9 bilhões a mais do que o registrado com os Estados Unidos, segundo maior parceiro do Brasil.
Dilma receberá o primeiro-ministro chinês no Palácio do Planalto para reunião e cerimônia de assinatura dos atos de cooperação. Os dois almoçarão juntos no Palácio do Itamaraty, sede do Ministério das Relações Exteriores.




×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber