Mais lidas
Economia

Vale leva a prejuízo o braço de participação em empresas do BNDES

.

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - O BNDESPar, braço de participação do BNDES em empresas, teve um prejuízo de R$ 891 milhões no primeiro trimestre deste ano. No mesmo período de 2014, a BNDESPar tinha apresentado lucro de R$ 181 milhões.
O prejuízo foi resultado da queda das ações da Vale.
O BNDESPar fez provisões por desvalorização (impairment) de R$ 1,1 bilhão (líquido de impostos) no período, dos quais R$ 733 milhões (70% do total) por causa dos papéis da mineradora.
O impairment é um ajuste nos valores dos ativos em relação à capacidade de gerar receita no futuro. Ele ocorre geralmente quando a queda dos preços de um ativo é intenso.
O resultado foi divulgado na noite desta sexta-feira (15).
O BNDESPar tem 5,2% do capital total da mineradora. E 9,6% da Valepar, que controla a Vale. No total, o BNDESPar vê ainda um ganho potencial de R$ 2 bilhões com os papéis da companhia.
O desempenho das ações da mineradora na Bolsa foi afetado principalmente pela queda do preço do minério de ferro no mercado internacional.
"O registro do impairment, entretanto, não representa uma perda financeira efetiva, uma vez que as ações não foram alienadas, ou seja, a BNDESPar mantém sua posição no investimento", explicou no comunicado.
O BNDESPar tem ainda 10,37% das ações da Petrobras.
No fim de março, o BNDES informou que teve uma perda de R$ 2,6 bilhões com a Petrobras, após reavaliar sua participação na companhia em razão "do declínio prolongado e significativo de valor de mercado das ações".

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber