Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Economia

Levy afirma que irá concentrar esforços para reduzir desoneração

.

GIULIANA VALLONE
NOVA YORK, EUA (FOLHAPRESS) - De olho no ajuste fiscal, o ministro da Fazenda, Joaquim Levy, afirmou que vai concentrar esforços para aprovar o projeto de lei que reduz a desoneração da folha de pagamento.
"Estamos focados em conseguir avançar na questão de reverter a desoneração da folha, porque ela não tem se mostrado tão efetiva", disse a jornalistas na tarde desta segunda-feira (20), em Nova York, EUA.
"É bem importante estarmos focados nisso para encontrar uma solução rapidamente", afirmou. De acordo com Levy, aos poucos, a compreensão das empresas sobre a medida tem aumentado.
O governo tem enfrentado resistência para aprovar o projeto de lei em questão, que eleva em até 150% as alíquotas da contribuição previdenciária paga pelas empresas que são beneficiadas pela desoneração -criada em 2011 e expandida para 56 setores de forma permanente no ano passado.
INFLAÇÃO
O ministro comentou ainda o esforço do Banco Central para que a inflação convirja para o centro da meta, de 4,5%, em 2016.
"Esse é um objetivo que a gente tem que perseguir muito. Isso é muito importante, muda a percepção dos agentes econômicos, das pessoas, sobre a capacidade do Brasil ter crescimento com inflação mais baixa", disse.
De acordo com o Levy, o mercado começa a ver que é possível ter uma inflação "perto da meta" em 2016. Ele lembrou que o boletim Focus, do Banco Central, aponta para uma expectativa de inflação de "cinco e pouco" no ano que vem.
O boletim mais recente, divulgado nesta segunda, aponta inflação de 5,6% em 2016.
"Eu acho que a gente pode fazer melhor do que isso, tem que continuar perseverando, completar o ajuste fiscal no Congresso, enfim, fazer todas aquelas etapas para que o Brasil volte a crescer", afirmou.
Levy participou de encontro com investidores e de um almoço da sede do Fed (Federal Reserve, o banco central norte-americano) em Nova York.
Ele lembrou que a presidente Dilma Rousseff visitará os Estados Unidos em junho, em visita de trabalho a Washington.
"A presidente está vindo para os EUA e ela está querendo uma aproximação com o setor econômico. E todos nós temos que participar desse trabalho", disse.
O ministro citou o trabalho do ministro do Desenvolvimento, Armando Monteiro, na facilitação do comércio -"uma área muito importante para nós", afirmou- e da ministra da Agricultura, Kátia Abreu, para melhorar o reconhecimento da qualidade da produção agropecuária brasileira.
"É um trabalho conjunto, para a gente conquistar mercado, ser mais competitivo, e, inclusive, nos aproximarmos mais dos Estados Unidos, que são um grande parceiro [do Brasil]", disse.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Economia

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber