Mais lidas
Economia

Ajuste fiscal não vai atingir Plano Safra, diz Kátia Abreu

.

AGUIRRE TALENTO
BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - A ministra da Agricultura, Kátia Abreu (PMDB-TO), afirmou nesta segunda-feira (20) que o ajuste fiscal não atingirá o Plano Safra 2015/2016, de crédito agrícola, após reunião com a presidente Dilma Rousseff no Palácio do Planalto.
Segundo a ministra, o plano será anunciado em 19 de maio pela presidente. Kátia Abreu afirmou que o aumento de juros para o próximo plano é "natural", mas não deu detalhes sobre como será. "As taxas de juros serão praticamente neutras, como foram no ano passado", disse.
A taxa neutra, segundo ela, é uma comparação dos juros do crédito agrícola com a inflação. Se a taxa de juros foi de 6,5% e a inflação também, por exemplo, segundo ela a taxa real de juros do crédito agrícola é "neutra".
De acordo com a ministra, não haverá redução de recursos para o Plano Safra. "Tem coisas que não entram no ajuste. Defesa agropecuária e Plano Safra na área de custeio não entram, em termos de ajuste, em termos de redução de recursos, isso ela [Dilma] deixou bem claro para todos nós", declarou a ministra.
O ministro da Fazenda, Joaquim Levy, já havia afirmado, na semana passada, que deve haver "realismo de preço e realismo nos juros" do Plano Safra, indicando possíveis aumentos.
Kátia anunciou ainda que Dilma irá lançar a regulamentação dos medicamentos veterinários genéricos em 6 de maio, quando também ocorrerá o lançamento do plano nacional de defesa agropecuária, que incluirá mudanças no marco regulatório do tema.
Ela disse que também haverá mudanças na regulação das agroindústrias, que devem incentivar a venda de produtos das pequenas agroindústrias para outros Estados.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber