Facebook Img Logo
Mais lidas
Economia

Prévia da inflação aponta alta de 8,22% em 12 meses, a maior desde 2004

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo-15 (IPCA-15), considerado a prévia da inflação oficial, subiu 8,22% em 12 meses, o maior nível desde o período terminado em janeiro de 2004, quando houve alta de 8,46%.
Os dados foram divulgados pelo IBGE na manhã desta sexta-feira (17).
Quando considerado apenas o mês de abril, a inflação teve alta de 1,07%, uma desaceleração frente a março, quando houve alta de 1,24%.
O valor é maior do que o de abril de 2014, no entanto, quando a alta foi de 0,78%.
HABITAÇÃO TEM MAIOR ALTA, PUXADA POR CUSTO DA ENERGIA
Dentre nove grupos de serviços pesquisados, habitação teve a maior alta, de 3,66% -em março, a alta havia sido de 2,78%.
Com isso, o setor foi o que mais impactou na inflação geral. Da alta de 1,07%, 0,55 pontos percentuais vêm da alta do custo da habitação, aponta o IBGE.
Ele é puxado pelo aumento do custo da energia elétrica, que teve alta de 13,02% por conta de ajustes que passaram a vigorar a partir do dia 02 de março.
Entre eles estão a bandeira vermelha, que aumentou 83,33% ao passar de R$ 3,00 para R$ 5,50.
Ela representa uma cobrança extra para cobrir os custos do uso de fontes de energia mais caras, como termelétricas, num contexto de baixa dos reservatórios das hidrelétricas.
ALIMENTAÇÃO SOBE
Em segundo lugar, fica o setor alimentação e bebidas, que teve alta de 1,04%, uma desaceleração frente ao resultado de março, quando houve alta de 1,22%.
O setor de vestuário teve alta de 0,94% em abril; o setor de despesas pessoais, de 0,57%; transportes subiram 0,33% em abril; educação teve alta de 0,14%; saúde e cuidados pessoais, de 0,44%; e artigos de residência, alta de 0,68%.
O único setor que teve queda foi o de comunicação, com baixa de 0,03% nos preços. O impacto em pontos percentuais sobre a inflação geral, no entanto, é de apenas -0,01%.




O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

mais notícias

Últimas de Economia

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber