Mais lidas
Economia

Facebook passa a permitir apps de outras empresas no Messenger

.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O Facebook anunciou nesta quarta-feira (25) durante o primeiro dia de sua conferência para desenvolvedores F8 que tornou seu aplicativo Messenger numa plataforma de comunicação para conectar empresas e consumidores, além de permitir que desenvolvedores criem apps dentro do próprio app para adicionar outras funções.
Há cerca de 40 aplicativos que já foram desenvolvidos para o mensageiro, de instalação obrigatória para quem quer conversar por bate-papo usando o Facebook no celular, segundo a rede social.
Dois dos apps demonstrados durante a conferência, que teve a participação do presidente-executivo Mark Zuckerberg, foram o Ditty, para compartilhar vídeos de letras de música, e o PingTank, para vídeos com efeitos especiais.
Outros parceiros são o canal de esportes ESPN (para imagens animadas de formato GIF), Imgur (imagens) e Sound Clip (de arquivos de áudio).
Usuários podem encontrar os novos aplicativos na aba "discover" (descubra) da versão mais recente do Messenger. Programadores têm acesso a um SDK, kit de desenvolvimento, para criar ou adaptar seus programas para o uso na nova plataforma.
O compartilhamento de conteúdo também foi refinado, com melhor previsão do que é compartilhado por meio do mensageiro.
Segundo Zuckerberg, o Messenger --disponível para Android, iOS e Windows Phone-- é usado por 600 milhões de pessoas ao menos uma vez por mês. A rede social, no total, tem 1,4 bilhão de usuários ativos, diz o executivo.
Na versão para computador do Facebook, a troca de mensagens é realizada pela própria interface da rede social.
EMPRESAS
O objetivo alegado do Facebook ao lançar o site é substituir o serviço de atendimento ao cliente por telefone e mesmo por e-mail.
O caso exemplificado pela companhia no anúncio foi o acompanhamento do estado de uma compra usando o Messenger: a loja enviaria por chat atualizações sobre o rastreamento e tira dúvidas do cliente.
Recentemente, o Facebook adicionou ao seu aplicativo de chat a capacidade de transferências monetárias pessoais, que também poderão ser usadas por empresas para fazer compras. A função está disponível atualmente só nos EUA.
Para a novidade, para a qual a empresa criou uma página dedicada, foi realizada uma parceria com a Zendesk.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber