Facebook Img Logo
Mais lidas
Economia

Governo vai retomar e ampliar concessões ainda este ano, diz Barbosa

.

MARIANA BARBOSA
SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, afirmou que o governo pretende ampliar o programa de concessões em infra-estrutura e dar continuidade às obras do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento), como parte de uma agenda de retomada de crescimento.
O primeiro leilão previsto para o ano será o da renovação da concessão da ponte Rio-Niterói, no dia 18 de março. Até o final de abril, o governo pretende anunciar as rodovias que serão concedidas, para realizar leilões ainda neste semestre. Estão previstos ainda para este ano concessões nas áreas de ferrovias, portos, dragagem e hidrovias, energia elétrica e aeroportos.
Segundo Barbosa, o governo está analisando a lista de aeroportos e prevê lançar editais ainda no primeiro semestre, de forma a realizar leilões antes do fim do ano.
O otimismo de Barbosa contrasta com avaliações de diferentes atores do governo, que preveem dificuldades para o programa de concessões diante dos escândalos da Lava Jato. A avaliação é que o interesse pode ficar comprometido pelo problemas financeiros das empreiteiras envolvidas nos escândalos e também pela possibilidade de elas virem a ser impedidas de assinar novos contratos com o poder público.
SIMPLIFICAÇÃO
A agenda de retomada de crescimento também inclui, segundo Barbosa, medidas de desburocratização e simplificação de processos, com impacto no dia a dia das empresas e das pessoas físicas, como um sistema integrado de registro civil, a carteira de trabalho eletrônica e a ampliação da validade dos passaportes, para 10 anos.




O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

mais notícias

Últimas de Economia

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber