Facebook Img Logo
Mais lidas
Economia

Em MG, Dilma fala em 'enfrentamento da crise' econômica e defende ajustes

.

PAULO PEIXOTO, ENVIADO ESPECIAL
ARAGUARI, MG (FOLHAPRESS) - A presidente Dilma Rousseff defendeu nesta sexta-feira (6) os ajustes de seu governo para a economia e disse que eles são necessários para superar a crise na área.
"Estamos entrando em uma nova fase de enfrentamento da crise. Não é que vamos voltar para trás. Queremos melhorar ainda mais o que já conquistamos. É por isso que estamos fazendo esses ajustes", disse a presidente durante discurso em Araguari (MG), onde entregou imóveis do programa Minha Casa, Minha Vida.
Dilma voltou a falar que o Brasil reduziu desemprego e aumentou a renda média enquanto outros países viviam uma crise que cortava vagas de trabalho, a partir de 2008.
Na visita, a presidente disse que vai lançar o Minha Casa, Minha Vida 3, com a entrega de mais de 3 milhões de imóveis até 2018. Segundo ela, até agora foram entregues mais de 2 milhões de moradias pelo programa.
Após o discurso, Dilma deu entrevista, mas não respondeu a perguntas feitas por jornalistas sobre a lista de políticos do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, nem sobre a crise na relação do governo com o PMDB.
MARATONA DE VIAGENS
No pior momento de todo o seu governo, Dilma segue com sua agenda que tem como objetivo melhorar a comunicação para ao menos amortecer os danos que sua imagem vem sofrendo com a crise econômica e os escândalos da Petrobras.
A rotina de viagens da presidente foi retomada como parte dessa estratégia. Nos últimos dez dias, Dilma esteve em Feira de Santana (BA), Santa vitória do Palmar (RS), Rio de Janeiro e agora no Triângulo Mineiro -uma viagem a cada dois dias e meio.
Dilma era bem avaliada por 47% do eleitorado (ótimo e bom) em 2011, chegando a ter mais de 60% de aprovação há dois anos, segundo o Datafolha. Neste começo de 2015, ela viu essa boa avaliação despencar para 23%.
E em proporção até maior, viu o grupo dos 7% que a avaliavam como ruim ou péssimo saltar neste ano para 43%. Dilma tem a pior avaliação de um presidente desde o governo do tucano Fernando Henrique Cardoso (1995-2002).
AGENDA DE ÚLTIMA HORA
A agenda desta sexta-feira foi montada há seis dias apenas. O prefeito de Araguari, Raul Belém (PP), disse à imprensa local que foi pego de surpresa quando procurado, no dia 28 de fevereiro, para tratar da presença da presidente na cidade para entregar apartamentos do programa Minha Casa, Minha Vida.
Dois dias antes, havia acontecido o sorteio dos 710 apartamentos do residencial Bela Suíça 2. Nesta quinta-feira (5), os contratos foram assinados. A entrega das chaves estava marcada para o próximo dia 16, mas foi antecipada em dez dias para que a presidente pudesse participar.
A entrega inclui também o Bela Suíça 3, totalizando 1.472 unidades do Minha Casa, Minha Vida. Mas, segundo a Caixa Econômica Federal, somente os 710 serão contemplados imediatamente -a previsão para os demais é para os próximos dias.
Ainda há um canteiro de obras da Pizolato Construtora e Incorporadora no local, mas funcionários da empresa disseram à reportagem que os dois conjuntos já estão finalizados.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas de Economia

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber