Facebook Img Logo
Mais lidas
Economia

App brasileiro de caronas recebe investimento de US$ 11 mi

.

Foto: arquivo
Foto: arquivo

SÃO PAULO, SP - A start-up brasileira Tripda acaba de receber um investimento de US$ 11 milhões para investir em um site e aplicativo no qual os usuários podem oferecer e buscar caronas em viagens entre cidades, dividindo os custos.

A empresa, que já tem 70 mil usuários cadastrados e já mediou 30 mil viagens compartilhadas no mundo, é liderada pela Rocket Internet.

Pedro Meduna, co-fundador da companhia, afirma que o valor será usado para aprimorar a tecnologia dos aplicativos, disponíveis para Android e IOs, e do site e na divulgação do serviço por meio de marketing on-line e parcerias com universidades e eventos, já que a maioria dos usuários são jovens entre 18 e 35 anos.

Fundada em maio de 2014, a Tripda está presente em 13 países na América e na Ásia. No entanto, o centro de desenvolvimento do produto permanece no país.

Quando há lugares sobrando em uma viagem de carro, os motoristas podem anunciar as vagas na plataforma, que sugere um preço por assento. Ele pode aumentar ou diminuir um pouco um valor, mas há um limite com base nos quilômetros percorridos.

"Ninguém faz dinheiro no Tripda, as pessoas dividem custos", diz Meduna.

A ideia inclui ainda expandir no Brasil o conceito de economia colaborativa, que envolve compartilhar recursos e diminuir os custos e o impacto ambiental. Com o app, ele afirma, há menos poluição e gastos menores.

A plataforma é gratuita para usuários.

Quanto à segurança, ele diz que existem filtros para que os usuários se sintam mais seguros. Para participar, é necessário ter uma conta no Facebook, do qual o site importa informações como os possíveis amigos em comum.

Também é preciso validar um número de celular e uma conta de e-mail que, se for corporativa ou ligada a uma universidade, rende um selo indicando onde aquela pessoa trabalha ou estuda. Ainda existem as avaliações daqueles que já pegaram carona sobre o motorista.

Para as mulheres que desejarem viajar apenas com outras mulheres, há a opção "Só para elas", que seleciona usuárias do sexo feminino.




O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

mais notícias

Últimas de Economia

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber