Facebook Img Logo
Mais lidas
Economia

Usina de Santo Antônio negocia energia extra em 'período crítico'

.

BRASÍLIA, DF - A usina de Santo Antônio, no Rio Madeira, está negociando com o Ministério de Minas e Energia uma entrega extra de energia, de 150 MW, para "ajudar no período mais crítico". 

A informação é do presidente do consórcio Santo Antônio Energia, Eduardo de Melo Pinto, que esteve reunido com secretários e técnicos do ministro Eduardo Braga (Minas e Energia) nesta quarta-feira (21). 

A energia extra viria das atuais 32 turbinas já instaladas e também das próximas -o projeto total conta com 50 turbinas. 

A geração, portanto, só atingiria os 150 MW ao final da instalação das máquinas, em novembro de 2016. Em novembro e dezembro deste ano está prevista a entrada de outras duas turbinas. 

"É um ganho energético que pode ser gerado. Na reunião no MME levei a ideia, que está sendo avaliada", disse o presidente. 

Para aumentar a quantidade de energia entregue, seria necessário apressar o calendário, decisão que precisa ser acatada pela Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica). 

"O projeto de ampliação está dentro de uma oportunidade que verificamos. É um esforço que estamos fazendo. Uma entrega que pode ocorrer em curto prazo", concluiu. 

Esse "curto prazo" poderia ser entre 60 e 90 dias, a partir da autorização da agência reguladora. O esforço, porém, representa também um gasto extra para a empresa, que, segundo o presidente, seria custeado por receitas próprias.




O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

mais notícias

Últimas de Economia

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber