Economia

Cesta básica fica mais cara na maior parte do país

Da Redação ·

O preço da cesta básica ficou mais salgado na maior parte do país e aumentou em 12 das 17 capitais pesquisadas pelo Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos), segundo estudo divulgado nesta terça-feira (12).

continua após publicidade

Florianópolis teve a maior alta, mas São Paulo mantém o posto de cidade com o preço mais alto do pacote de itens básicos: R$ 273,48. Porto Alegre aparece na segunda posição de preços, com a cesta cotada, em média, em R$ 272,24. Florianópolis está na terceira posição, com o pacote vendido a R$ 266,44.

Além da capital catarinense, a cesta ficou mais pesada no bolso do consumidor em Fortaleza, João Pessoa, Recife, Natal, Porto Alegre, Manaus, Belém, Salvador, Curitiba, Belo Horizonte e São Paulo.

continua após publicidade

Por outro lado, cinco capitais brasileiras tiveram recuo nos preços da cesta básica: Brasília, Rio de Janeiro, Vitória, Aracaju e Goiânia. Isso não significa que essas cidades têm as cestas mais em conta, o que é encontrado em Aracaju (R$ 183,24), Salvador (R$ 204,69) e João Pessoa (R$ 206,22).