Economia

Índice das ações da Europa tem máxima em 5 semanas

Da Redação ·

O principal índice das ações europeias fechou na máxima em cinco semanas nesta quinta-feira, depois que um relatório do mercado de trabalho privado e a queda nos pedidos de auxílio-desemprego, ambos nos Estados Unidos, melhoraram a confiança do mercado.

continua após publicidade

O FTSEurofirst 300 subiu 0,5%, aos 1.124 pontos, após alcançar na máxima do dia 1.132 pontos, maior patamar desde o início de junho.

"Os dados econômicos são importantes, e cada sinal de que haverá uma melhora na economia no segundo semestre de 2011 é recebido com um rali", disse Koen De Leus, estrategista da KBC Securities, em Bruxelas.

continua após publicidade

Segundo a ADP, o setor privado dos EUA abriu 157 mil postos de trabalho em junho, acima da expectativa de 68 mil, de acordo com pesquisa da Reuters. Também os novos pedidos de auxílio-desemprego caíram em 14 mil, para um numero ajustado sazonalmente de 418 mil.

O melhor desempenho do dia ficou a cargo das ações de tecnologia, com o índice para o setor em alta de 2,4%. Os papéis da ASML Holding avançaram 3,6%, após o UBS elevar a recomendação de "neutra" para "compra". Indicadores

Em Londres, o índice Financial Times fechou em alta de 0,86%, a 6.054 pontos. Em Frankfurt, o índice DAX subiu 0,54%, para 7.471 pontos. Em Paris, o índice CAC-40 ganhou 0,47%, a 3.979 pontos.

Em Milão, o índice Ftse/Mib teve desvalorização de 0,24%, a 19.735 pontos. Em Madri, o índice Ibex-35 teve variação negativa de 0,08%, a 10.196 pontos. Em Lisboa, o índice PSI20 encerrou em alta de 1,8%, aos 7.254 pontos.