Economia

Primeiro aeroporto a ser concedido pelo governo tem leilão adiado

Da Redação ·

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) decidiu adiar, para o dia 22 de agosto, o leilão do aeroporto de São Gonçalo do Amarante, no Rio Grande do Norte, o primeiro aeroporto brasileiro a ser concedido pelo governo à iniciativa privada.

continua após publicidade

A informação foi confirmada nesta quinta-feira (7) pelo ministro da Secretaria de Aviação Civil, Wagner Bittencourt. De acordo com ele, a decisão foi tomada devido a dúvidas apresentadas à Anac por grupos interessados no negócio. O leilão estava marcado para 19 de julho.

“O leilão teve que sofrer um pequeno ajuste de 30 dias porque existiram muitos questionamentos e dúvidas que foram encaminhados à Anac”, disse Bittencourt.

continua após publicidade

Ele negou a informação de que o governo está preocupado com a falta de interessados em assumir a administração do aeroporto e fazer os investimentos necessários para construção dos terminais de passageiros.

“Existem grupos muito interessados que estão se estruturando para isso com muito interesse no aeroporto. Na linha até de promover mais a competição, dar tempo para que novos interessados entrem no leilão, a gente achou por bem prorrogar.”

O edital do leilão de São Gonçalo do Amarante estabeleceu lance mínimo de R$ 51,7 milhões. A estimativa do governo é que o vencedor invista R$ 650 milhões para construir os terminais do aeroporto. A empresa terá direito de explorar o aeroporto por 25 anos.