Economia

Cyrela, Gafisa e Lopes vencem Top Imobiliário

Da Redação ·
O empresário Elie Horn, fundador e presidente da incorporadora Cyrela Brazil Realty, disse ontem que o mercado brasileiro não está vivendo uma bolha imobiliária. Para o empresário, a expansão das vendas de imóveis apenas acompanha o crescimento vegetativo das cidades. No caso da região metropolitana de São Paulo, com cerca de 20 milhões de habitantes, o crescimento vegetativo é de 1% a 1,5% ao ano. Isso significa que a população da região ganha 200 mil pessoas por ano, o que torna necessária a construção de 70 mil moradias a cada período. "Portanto, trata-se de um preenchimento de vazio", disse o empresário, acrescentando que a produção de imóveis está apenas atendendo à demanda. "Não há especulação no mercado", complementou.

Elie Horn disse ainda que a inflação preocupa, mas ele considera que o governo está consciente e tomando as medidas necessárias. "Os maiores problemas do setor imobiliário são a falta de mão de obra e o aumento dos custos no setor." O presidente da Cyrela foi eleito personalidade do mercado imobiliário de 2010, prêmio que foi entregue ontem na 18.ª edição do Top Imobiliário, no Terraço Daslu. Organizado pelo Grupo Estado em parceria com a Empresa Brasileira de Estudos do Patrimônio (Embraesp) e o Sindicato da Habitação (Secovi/SP), o prêmio é entregue às empresas que mais se destacaram na região metropolitana de São Paulo. O evento teve a presença do ministro da Desenvolvimento, Indústria e Comércio, Fernando Pimentel, e do prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab.

A premiação traz um ranking com as dez primeiras colocadas em três segmentos: incorporação, construção e vendas. Na edição deste ano, as grandes vencedoras foram a Gafisa (construtora), a Cyrela (incorporadora) e a Lopes (vendedora).

continua após publicidade