Economia

Grécia precisa de novo programa de ajustes, diz Juncker

Da Redação ·
O presidente do Eurogrupo, Jean-Claude Juncker, afirmou que os ministros de Finanças da zona do euro decidiram, após uma reunião, que a Grécia precisa de um novo programa de ajustes, mas excluiu a possibilidade de uma reestruturação da dívida e também de o país ser excluído do bloco monetário. Ele acrescentou que o novo programa de ajustes para a Grécia será discutido em outra reunião, prevista para os dias 16 e 17 de maio. O encontro do Eurogrupo hoje também contou com a presença do presidente do Banco Central Europeu, Jean-Claude Trichet, e do Comissão da União Europeia para Assuntos Monetários, Olli Rehn. A Grécia, que inicialmente não participaria do evento, foi convidada a participar posteriormente, segundo Juncker. Mais cedo, uma reportagem publicada no site da revista alemã Der Spiegel afirmou que a Grécia teria indicado à Comissão Europeia e aos membros da zona do euro durante reuniões recentes que está cada vez mais propensa a deixar o bloco monetário. O texto não citava fontes e a informação foi negada por autoridades da Grécia e da Alemanha. O mercado acreditava que a reunião do Eurogrupo hoje havia sido convocada para discutir a saída da Grécia da zona do euro. Juncker negou. "Não estamos discutindo a saída da Grécia, essa é uma ideia idiota e um caminho que nunca seguiríamos. Não queremos a zona do euro explodindo por nada." As informações são da Dow Jones.
continua após publicidade