Economia

Brasil puxa exportação de carros da Argentina

Da Redação ·
As exportações argentinas de automóveis atingiram 42.244 unidades em abril, alta de 30,4% na comparação com igual mês de 2010, informou hoje a Associação de Fábricas de Automotores (Adefa). No ano, as vendas acumulam expansão de 32,4% na comparação com os quatro primeiros meses de 2010, totalizando 142.773 unidades. O dinamismo da economia brasileira é o principal responsável pelos bons resultados. A participação do Brasil nas exportações do país vizinho foi de 82%. Ou seja: de janeiro a abril os brasileiros compraram 117.065 carros argentinos, o que representa alta de 25,1% na comparação com o primeiro quadrimestre do ano passado. A produção argentina em abril foi de 72.432 unidades, alta de 26,8% em relação ao mesmo mês de 2010. No ano, o resultado de 231.918 unidades representa expansão de 27,8% sobre o primeiro quadrimestre do ano passado. As vendas às concessionárias subiram 41,7% em relação a abril de 2010 e chegaram a 70.782 unidades. Nos primeiros quatro meses do ano, as vendas internas aumentaram 25,3%, alcançando 255.753 automóveis. O presidente da Adefa, Aníbal Borderes, reconheceu "a tração positiva das exportações sobre a indústria nacional" e recomendou esforço das montadoras locais para enfrentar "o desafio de consolidar o setor no mercado global em crescente competição". O executivo reiterou, em nota distribuída à imprensa, que a indústria argentina vai quebrar um novo recorde em 2011, devendo produzir cerca de 800 mil unidades.
continua após publicidade