Economia

Vendas no varejo caem 1% em março na zona do euro

Da Redação ·
As vendas no varejo da zona do euro caíram fortemente em março, segundo dados divulgados hoje pela agência de estatísticas da União Europeia, a Eurostat. As vendas no varejo diminuíram 1,0% em março na comparação com fevereiro, o que representa a maior queda desde abril de 2010. A zona do euro reúne os 17 países que utilizam o euro como moeda. Em relação a março do ano passado, as vendas recuaram 1,7%, a maior baixa desde novembro de 2009. Economistas esperavam queda de 0,1% em termos mensais e estabilidade na comparação anual. As vendas no varejo de Portugal tiveram a maior queda em março ante fevereiro entre os países da zona do euro, de 4,7%. No entanto, as vendas também caíram na Alemanha e na França, as maiores economias da região. PMI Em outra divulgação do dia, a empresa de pesquisas Markit informou que o índice dos gerentes de compra (PMI, na sigla em inglês) composto final da zona do euro subiu para 57,8 no mês passado, ante 57,6 em março. O resultado, que ficou em linha com a expectativa dos economistas, é o mesmo da leitura preliminar divulgada em 19 de abril. A pesquisa mostrou ainda que a França superou a Alemanha como o país da zona do euro com crescimento mais forte em abril, com ajuda do setor de serviços. A Markit informou que o PMI de serviços da França subiu para 62,9 em abril, ante 60,4 em março. No caso da Alemanha, houve queda de 60,1 para 56,8 no período. Itália e Irlanda se expandiram em ritmo fraco, na medida em que os setores de serviços contrabalançaram o forte desempenho da indústria. A Espanha teve apenas uma quase estagnação da atividade. As informações são da Dow Jones.
continua após publicidade