Economia

Encomenda à indústria cai 0,1% em fevereiro nos EUA

Da Redação ·
As encomendas à indústria recuaram 0,1% em fevereiro nos Estados Unidos, para US$ 445,99 bilhões, informou hoje o Departamento do Comércio. A previsão dos economistas era de uma alta de 0,4%. O recuo das encomendas da indústria foi o primeiro desde outubro e se seguiu a um aumento de 3,3% em janeiro, segundo dados revisados. Anteriormente, a alta de janeiro havia sido estimada em 3,1%. As encomendas de bens de capital (máquinas e equipamentos) não relacionadas à defesa, excluindo aeronaves - um termômetro dos investimentos das empresas -, caíram 0,7% em fevereiro, pelo segundo mês consecutivo. As encomendas de bens duráveis, feitos para durarem pelo menos três anos, recuaram 0,6% no mês passado, segundo dados revisados a partir da queda de 0,9% prevista anteriormente. As encomendas de bens duráveis aumentaram 3,7% em janeiro. Em fevereiro, as encomendas de bens não-duráveis subiram 0,3%. Já as encomendas de bens feitas no setor de transportes recuaram 1,5%, após avançarem 29,7% em janeiro. Excluindo transportes, as encomendas subiram 0,1% em fevereiro, após avançarem 0,7% no mês anterior. As encomendas de maquinário, computadores e metais primários diminuíram no mês passado. Já as encomendas de equipamentos elétricos aumentaram. De acordo com o Departamento do Comércio, as encomendas totais de bens de capital recuaram 0,8% em fevereiro. Já as encomendas de bens de capital relacionadas à defesa caíram 24,3%, enquanto as encomendas de bens de capitais não relacionadas à defesa avançaram 3,1%. Excluindo encomendas relacionadas à defesa, as encomendas à indústria no geral subiram 0,5% em fevereiro, depois de avançarem 3% em janeiro. Os estoques do setor de manufatura subiram 0,8% em fevereiro. Os embarques aumentaram 0,3%. As encomendas ainda não confirmadas, um indicador da demanda futura, avançaram 0,5%. As informações são da Dow Jones.
continua após publicidade