Economia

PR aumenta exportações de frango

Da Redação ·
Paraná ficou em segundo lugar em exportações de carne de frango
fonte: Delair Garcia
Paraná ficou em segundo lugar em exportações de carne de frango

s exportações paranaenses de frango de corte fecharam o primeiro bimestre com a comercialização para o mercado externo de 151.744.049 quilos de frango, o que rendeu ao Estado um faturamento de USD$ 285,74 milhões, o maior registrado nos últimos 5 anos para o período, segundo dados do Sindicato das Indústrias de Produtos Avícolas do Estado do Paraná (Sindiavipar).

continua após publicidade


Com esse volume, o Paraná contribuiu com 25,6% das exportações brasileiras de frango no bimestre. Também ficou muito próximo ao volume exportado por Santa Catarina, Estado que alterna com o Paraná o título de maior exportador brasileiro do produto. A indústria catarinense comercializou 162.049.782 quilos de frango nesse mesmo período.


Comparado com os dois primeiros meses do ano passado, as exportações paranaenses de frango cresceram 15,61%. Já o faturamento apresentou aumento de 33,76%. No primeiro bimestre de 2010 a receita cambial foi de USD$ 213,61 milhões.

continua após publicidade


Na comparação somente com o mês de fevereiro, mesmo com um volume 2,98% menor do que o embarcado no ano passado, quando o Estado exportou 73.472.923 quilos, contra os 71.285.068 quilos em 2011, o faturamento cresceu 13,05%, passando de USD$ 116,77 milhões para USD$ 132,01 milhões em fevereiro de 2011.


No acumulado do primeiro bimestre, o Paraná produziu 495.677.123 quilos de frango. Ao todo, 343.933.074 quilos ficaram para consumo interno, enquanto 151.744.049 foram destinados à exportação, ou 30,61% do total. Na comparação com o mesmo período de 2010, o Estado registrou um crescimento de 8,75% na produção. No primeiro bimestre de 2010, foram produzidos 455.764.744 quilos de frango.


“O setor avícola está fortalecido, com os mercados interno e externo respondendo pela demanda estável verificada pelas indústrias. Além da quantidade produzida, é preciso destacar também a qualidade do frango de corte produzido no Paraná, fruto de investimentos em genética, manejo, ambiência e sanidade”, declara Domingos Martins, presidente do Sindiavipar.