Economia

Combustível sofre alta em Apucarana

Da Redação ·
 Abastecer está cada vez mais caro em Apucarana
fonte: Sérgio Rodrigo
Abastecer está cada vez mais caro em Apucarana

Desde o último final de semana, a maioria dos postos de combustíveis de Apucarana reajustou o preço da gasolina na média de 10%. De acordo com gerentes, o aumento acompanha a alta do etanol, que desde janeiro vem numa escala ascendente devido à entressafra da cana. Quase toda semana, as distribuidoras estariam reajustando a gasolina em “centavinhos” em função da mistura do álcool anidro, porém os postos vinham aguentando a situação.

continua após publicidade


Ontem, o preço médio da gasolina nos postos da cidade estava sendo praticado em R$ 2,78 o litro, enquanto o etanol na faixa de R$ 2,29. Na semana anterior, a cotação da gasolina estava na média de R$ 2,65. Em alguns estabelecimentos, ainda era possível encontrar o gasolina aos preços de R$ 2,58 e R$ 2,65 o litro e o etanol em até R$ 2,21 e R$ 1,99 o litro.


Mesmo com o reajuste, o uso da gasolina ainda está sendo mais elevado do que o do etanol por parte dos consumidores. Segundo Edson Rodrigues, responsável pelo atendimento em um dos postos de Apucarana, desde janeiro a procura pela gasolina tem sido bem maior do que do etanol, numa proporção de 80%, em função de ser mais vantajoso no momento abastecer o veículo com gasolina do que com o etanol. “Além de o preço de o etanol estar muito alto, o produto está escasso no mercado distribuidor”, diz ele. A expectativa dos comerciantes a de que, com o corte da cana, que já iniciou em algumas usinas do Paraná, o preço do etanol caia e, igualmente, o da gasolina.

continua após publicidade


Para Bernardo Biagi , diretor de uma usina, o preço do álcool deve cair nas próximas semanas com o aumento da produção. “No Brasil nos temos 400 usinas, na hora em que começar aí por volta de 40, 50 usinas, o preço começa a ceder. O abastecimento começa a ter uma oferta maior de produto”, expõe.

continua após publicidade

Gasto pode ser calculado


O consultor em agronegócio Matheus Alberto explica que o País está na entressafra, período em que diminui a produção de cana. Ao mesmo tempo, usineiros estão preferindo produzir açúcar para tirarem proveito do preço vantajoso no mercado externo.

continua após publicidade


“No ano passado o preço do açúcar estava bastante interessante devido ao mercado global que elevou os preços do açúcar. Com isso, muitas empresas produtoras, usinas, mudaram sua produção priorizando o açúcar. Com isso, os estoques regulares esse ano estão um pouco mais baixos”, explica Matheus.


Com tanta variação de preço, a solução para o motorista é pensar no desempenho do carro. Para fazer a escolha certa é preciso saber primeiro quantos quilômetros o veículo percorre com um litro de cada combustível.


“O cálculo é o seguinte: divide o preço do combustível na bomba pelo consumo do veículo. Exemplo: o veículo que faz nove quilômetros a etanol ao preço de 2,19 reais, caso este preço possa ser encontrado em algum posto, vai chegar a 24 centavos o quilômetro rodado. Faz esse mesmo cálculo para a gasolina”, mostra Marcelo Cônsoli, economista.