Economia

Governo autoriza uso da Força Nacional na usina de Jirau

Da Redação ·
O Ministério da Justiça publica hoje no Diário Oficial da União portaria autorizando o emprego da Força Nacional de Segurança Pública "em caráter episódico e planejado" para manutenção da segurança pública em Rondônia, depois do quebra-quebra ocorrido nos canteiros da construtora na usina hidrelétrica de Jirau. A Força ficará no local por 30 dias, prorrogáveis se necessário. Ontem, depois de ouvir a construtora Camargo Corrêa e avaliar as informações do Ministério das Minas e Energia e dos relatórios da Agência Brasileira de Inteligência (Abin), o governo decidiu mobilizar um contingente da Força Nacional e da Policia Federal para assumir o controle da situação. A construtora retirou para a capital, Porto Velho, seus 19 mil trabalhadores dos canteiros nas duas margens do Rio Madeira, paralisou tudo e não tem prazo para a retomada das obras. O governo federal não tem dúvida de que os atos de vandalismo foram comandados por cerca de duas centenas de homens encapuzados. Eles incendiaram 45 ônibus e 15 blocos de alojamento, além dos refeitórios e de toda a área de lazer. No meio do tumulto, segundo informações levadas ao Planalto, eles chegaram a assaltar os caixas eletrônicos usados pelos trabalhadores para fazer saques de dinheiro no dia a dia do canteiro.
continua após publicidade