Economia

Juro do cheque especial sobe quase 10% ao mês

Da Redação ·
As taxas de juros para empréstimo pessoal também apresentaram alta, de 0,05 ponto porcentual
fonte: Reprodução
As taxas de juros para empréstimo pessoal também apresentaram alta, de 0,05 ponto porcentual

As taxas de juros cobradas pelos bancos no cheque especial apresentaram alta de 0,16 ponto porcentual em fevereiro ante janeiro, segundo levantamento divulgado hoje pela Fundação Procon de São Paulo (Procon-SP). A taxa média de juros no cheque especial passou de 9,13% para 9,29% ao mês. Esta foi a maior alta da taxa desde julho de 2010, quando também houve aumento de 0,16 ponto porcentual em relação ao mês anterior.

continua após publicidade

As taxas de juros para empréstimo pessoal também apresentaram alta, de 0,05 ponto porcentual, na comparação mensal. A taxa média nesta categoria de crédito em fevereiro foi de 5,39% ao mês, superior à verificada em janeiro, de 5,34% ao mês.

continua após publicidade

De acordo com o Procon-SP, as alterações na taxa de empréstimo pessoal foram promovidas pelo Itaú (de 6,02% para 6,30% ao mês) e pelo Bradesco (de 6,00% para 6,04% ao mês). Já as altas nas variações da taxa de juros do cheque especial ocorreram em cinco dos sete bancos pesquisados: Bradesco (de 8,45% para 8,79% ao mês), Santander (de 9,66% para 9,96%), HSBC (de 9,55% para 9,80%), Banco do Brasil (de 8,05% para 8,15%) e Itaú (de 8,75% para 8,85%).

Segundo avaliação do Procon-SP, o orçamento do consumidor continua sofrendo os reflexos dos gastos do fim do ano passado e dos compromissos e impostos de janeiro. Como as taxas de juros voltaram a subir, a fundação aconselha o consumidor a evitar a tomada de crédito e priorizar o pagamento das dívidas pendentes.