Economia

Uso do cartão nos EUA cresce pela 1ª vez desde 2008

Da Redação ·
O crédito ao consumidor dos EUA cresceu US$ 6,1 bilhões em dezembro de 2010, ou 3%, para um volume total de US$ 2,41 trilhões, de acordo com dados divulgados hoje pelo banco central americano (Federal Reserve). Economistas consultados pela Dow Jones esperavam um aumento de US$ 2,5 bilhões no volume de crédito. Segundo o relatório do Fed, o crédito rotativo - que representa o uso do cartão de crédito - interrompeu uma sequência de 27 meses de queda e cresceu em dezembro a uma taxa de 3,5%, ou US$ 2,3 bilhões, para US$ 800,5 bilhões. A última vez que o crédito rotativo registrou aumento foi em agosto de 2008, um mês antes da quebra do banco de investimentos Lehman Brothers. O crédito não-rotativo - que corresponde aos empréstimos para a compra de automóveis, por exemplo - cresceu 2,8% em dezembro, ou US$ 3,8 bilhões, para US$ 1,61 trilhão. Em novembro de 2010, o crédito ao consumidor subiu US$ 2 bilhões, em dado revisado. Originalmente, o Fed havia divulgado um aumento de US$ 1,3 bilhão. As informações são da Dow Jones.
continua após publicidade