Economia

Governo estuda elevar alíquotas de importados

Da Redação ·
O ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), Fernando Pimentel, confirmou hoje que o governo estuda a possibilidade de elevar as alíquotas de importação de alguns produtos industriais. O ministro citou, entre eles, produtos têxteis, de vestuário, couro, calçados e eletroeletrônicos, alguns dos quais são afetados pelas importações vindas da Ásia. "Não vamos fechar a economia", afirmou, após participar de reunião com empresários no escritório da Confederação Nacional da Indústria (CNI), em São Paulo. "Não vamos elevar indiscriminadamente para uma cadeia ou para um setor inteiro. Estamos analisando todos os casos com lupa", acrescentou. A pauta envolve cerca de 12 mil produtos. O ministro reiterou que se trata de uma prática de defesa comercial. "A partir de agora, teremos uma prática de defesa comercial , algo que todos os países praticam. Antes, nós já fazíamos, mas não com essa ênfase com que vamos fazer a partir de agora", afirmou. De acordo com Pimentel, a ideia é montar um sistema de acompanhamento dos preços de produtos importados para compará-los aos praticados por similares brasileiros. A equipe funcionará dentro do Ministério do Desenvolvimento, mas a palavra final sobre quais produtos terão alíquotas elevadas será da Câmara de Comércio Exterior (Camex), da qual fazem parte também os ministros da área econômica.
continua após publicidade