Economia

Governo incentivará exportações com forte valor agregado

Da Redação ·
A próxima fase da Política de Desenvolvimento Produtivo (PDP) do governo federal terá atenção especial sobre setores com grande potencial de aumento das exportações. Além do já previsto foco na indústria do petróleo, com vistas à exploração do pré-sal, setores industriais com forte valor agregado também devem ser contemplados de maneira mais incisiva pela PDP. Além da nova política de desenvolvimento, o governo prepara um pacote de medidas para estimular as exportações, entre elas desonerações para setores estratégicos . O governo decidiu ainda endurecer a política de defesa comercial com reforço nas ações antidumping e aumento das tarifas de importação de bens supérfluos. De acordo com o secretário-executivo do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), Alessandro Teixeira, um dos segmentos que seguramente serão beneficiados pelo novo conjunto de iniciativas regulatórias, de crédito e tributárias incluídas no PDP é a indústria de máquinas e equipamentos para a área médica e odontológica. "Esse setor vem aumentando muito as exportações", disse o secretário. Além disso, as indústrias de caminhões e carretas e de calçados deverão contar com incentivos dentro da PDP. "A indústria calçadista tem enfrentado forte concorrência dos produtos chineses, mas pode ganhar mercados por meio da agregação de valor, de design", acrescentou Teixeira. O secretário também destacou o potencial de crescimento da indústria de plásticos obtidos a partir de fontes renováveis. "Temos uma janela de oportunidade com os plásticos orgânicos, com a possibilidade de inaugurarmos um novo setor de plásticos biodegradáveis", disse.
continua após publicidade