Economia

Ministro diz que Brasil expôs questão cambial em Davos

Da Redação ·
O Brasil levantou a questão da apreciação de divisas internacionais em uma reunião com ministros de comércio no Fórum Econômico Mundial, disse o ministro de Relações Exteriores do País, Antonio Patriota, neste sábado. "Nós realmente levantamos a questão do ambiente com o qual trabalhamos", disse Patriota, quando lhe perguntaram se o Brasil havia expressado preocupações com a política cambial chinesa. "Era uma coisa em 2008. Hoje a situação é diferente. E a apreciação de nossa moeda certamente faz parte da situação de hoje", disse ele. "Portanto, isso foi colocado em discussão, não apenas pelo Brasil, como também pelas outras partes." Representantes de outros países também falaram de possíveis prazos para um acordo comercial de Doha. O ministro de Comércio do Japão, Banri Kaieda, disse que todos concordam "em trabalhar para atingir esse objetivo", respondendo a uma pergunta se seria realista esperar um acordo para retomar as negociações até julho. Já o ministro de Comércio e Indústria da Índia, Anand Sharma, recusou-se a dar julho como prazo, mas acrescentou que vê oportunidades para um acordo este ano. As informações são da Dow Jones.
continua após publicidade