Economia

Confiança do consumidor cai em janeiro na zona do euro

Da Redação ·

As indústrias dos países que integram a zona do euro estão mais otimistas sobre o futuro, mas esse sentimento não é compartilhado com os consumidores, os prestadores de serviço e as varejistas da região. Segundo dados divulgados hoje pela Comissão Europeia, o índice de confiança do consumidor da zona do euro caiu para -11,2 em janeiro, ante -11,0 em dezembro, conforme previsto pelos economistas. A zona do euro reúne os países que utilizam o euro como moeda. De acordo com a Comissão Europeia, a confiança das indústrias subiu de 4,9 para 6,0, estimulada pelo aumento das encomendas, particularmente para exportação. Economistas previam uma alta mais modesta, para 5,0. Por outro lado, o índice de confiança do setor de serviços caiu de 9,6 para 9,2. O Indicador de Sentimento Econômico (ESI, na sigla em inglês), mais amplo, recuou para 106,5 em janeiro, ante os 106,6 de dezembro. Embora pequeno, esse foi o primeiro recuo no índice desde maio do ano passado e surpreendeu os economistas, que esperavam alta para 106,7. O índice de clima para negócios avançou de 1,38 para 1,58. As informações são da Dow Jones.

continua após publicidade