Economia

Brasil pode colher até 44 milhões de sacas de café na safra 2011

Da Redação ·
 Expectativa é de redução de até 12,9% da produtividade
fonte: Divulgação
Expectativa é de redução de até 12,9% da produtividade

A produção brasileira de café na safra 2011 deve ser a maior dos ciclos de baixa. Uma das características dessa cultura é registrar um ano de alta e outro de menor produtividade.
 

continua após publicidade

A primeira estimativa divulgada hoje (6) pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) indica que que os cafeicultores do país devem colher entre 41,89 milhões e 44,73 milhões de sacas de 60 quilos. A redução ficaria entre 7,9% e 12,9% na comparação com as 48,09 milhões de sacas colhidas no ano passado.
 

O melhor resultado em ano de baixa até agora foi conquistado em 2009, com 39,47 milhões de toneladas. A Conab informou que a distribuição das chuvas nas regiões produtoras, principalmente em Minas Gerais e no Espírito Santo, favoreceram o desenvolvimento das plantas, contribuindo para uma safra melhor em 2011.
 

continua após publicidade

A área plantada para este ano deve ter redução de 0,4%, passando de 2,289 milhões de hectares para 2,28 milhões. Segundo o secretário de Produção e Agroenergia do Ministério da Agricultura, Manoel Bertone, a redução na área cultivada não significa que houve desestímulo à produção.
 

“O ano passado foi favorável, o que deu condições para os produtores fazerem a poda, que causa impacto na área, mas é um procedimento salutar”, afirmou. Bertone disse ainda que a prática da poda possibilita maior produtividade no ciclo de alta, que será possível graças às condições econômicas e climáticas no final da safra passada.
 

A pesquisa foi feita por técnicos da Conab entre os dias 8 de novembro e 3 de dezembro de 2010. Os profissionais visitaram as áreas de maior produção dos estados de Minas Gerais, do Espírito Santo, de São Paulo, da Bahia, do Paraná, de Rondônia e do Rio de Janeiro.