Economia

FGV: indústria revela otimismo com mercado de trabalho

Da Redação ·
O bom humor dos empresários da indústria sobre a situação atual de seus negócios e um otimismo quanto ao mercado de trabalho nos próximos meses ajudou no aumento de 1,6% no Índice de Confiança da Indústria (ICI) de dezembro, anunciado hoje pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). O indicador foi calculado a partir de dados obtidos em entrevistas com 1.196 empresas em dezembro. Segundo a fundação, a pergunta que avalia o grau de satisfação com o ambiente atual dos negócios melhorou em dezembro. O Índice de Situação Atual (ISA), um dos dois componentes do ICI, subiu 1,3% em dezembro. Isso porque a fatia de empresas pesquisadas que avaliam a situação atual dos negócios como fraca diminuiu consideravelmente de novembro para dezembro, de 13,0% para 4,7%. Nas respostas sobre o futuro, a fundação informou que as expectativas dos empresários industriais para os meses seguintes se tornaram mais otimistas em relação ao nível de emprego. Do total de empresas consultadas, o porcentual de companhias que preveem ampliar o contingente de mão de obra no trimestre de dezembro a fevereiro saltou para 31,0% no levantamento de dezembro, de 28,6% na sondagem feita em novembro. A parcela de empresas entrevistadas que pretendem diminuir o contingente de pessoal ocupado, no período de dezembro a fevereiro, caiu para 5,7%, ante os 7,8% da sondagem de novembro.
continua após publicidade