Economia

BNDES aprova empréstimo de R$ 1 bi para Belo Monte

Da Redação ·
O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aprovou hoje empréstimo ponte no valor de R$ 1,087 bilhão à Norte Energia S.A. (Nesa) para o projeto da usina hidrelétrica de Belo Monte, no Rio Xingu, no Pará. O empréstimo é um adiantamento do financiamento total que o banco dará ao empreendimento, que ainda está sob análise da instituição. O BNDES havia previsto a aprovação do financiamento até a primeira quinzena de dezembro, o que não ocorreu. A contratação do financiamento só poderá ser feita com a licença de operação da usina. O adiantamento evita atrasos no cronograma das obras da usina, permitindo à empresa que venceu o leilão em abril pagar pelas primeiras encomendas dos equipamentos e pelos projetos de engenharia e estudos técnicos antes da licença que permitirá o início das obras no local onde será instalada a hidrelétrica. "A operação para concessão de financiamento de longo prazo, enquadrada na modalidade de project finance, está em análise pelo BNDES e depende da conclusão do processo de licenciamento do projeto. Nenhuma obra civil ou instalação de equipamentos será realizada no local da usina antes da obtenção do devido licenciamento ambiental e da licença de instalação do empreendimento", informou o BNDES hoje, em nota. Belo Monte terá capacidade instalada de 11 mil megawatts (MW). A previsão de início de operação da primeira unidade geradora da hidrelétrica é fevereiro de 2015. A operação e manutenção do empreendimento será realizada pela Eletronorte. Segundo o BNDES, a previsão de geração de empregos é de 18,7 mil empregos diretos e 23 mil empregos indiretos.
continua após publicidade