Economia

Brasileiro troca PF por comida industrializada

Da Redação ·

O perfil de consumo do brasileiro está mudando. O tradicional arroz com feijão está dando lugar aos alimentos industrializados, segundo a POF (Pesquisa de Orçamentos Familiares) 2008-2009, divulgada nesta quinta-feira (16) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

continua após publicidade

Os principais motivos para essa mudança de comportamento são o aumento da renda do brasileiro e a migração de classes sociais - um estudo da FGV (Fundação Getulio Vargas) mostra que a classe C, cuja renda familiar mensal vai de R$ 1.126 a R$ 4.854, já tem 95 milhões de pessoas no Brasil.

continua após publicidade

As compras de cereais e leguminosas, grupo em que se encaixam arroz e feijão, recuaram 19,4% entre a POF 2002-2003 e a edição de 2008-2009. No início da década, o brasileiro adquiria quase 50 kg desses alimentos, contra menos de 40 kg no fim do período.

continua após publicidade

O consumidor brasileiro comprou, em média, 14,609 kg de arroz entre 2008 e 2009, uma redução de 40,5% na comparação com a mesma pesquisa realizada entre 2002 e 2003, quando o brasileiro adquiriu 24,546 kg por pessoa.

No caso do feijão, também é observada uma queda relevante no consumo: 26,4%. Entre 2002 e 2003, o brasileiro adquiriu 12,394 kg do produto por pessoa, mas essa quantidade recuou para 9,121 kg no levantamento de 2008-2009.

continua após publicidade

Por outro lado, o brasileiro está comprando mais alimentos industrializados. As compras de produtos preparados e misturas industriais tiveram um aumento de 37% entre os períodos comparados – o maior aumento relativo da POF. O consumo desses produtos atingiu 2,560 kg, em 2002-2003, e subiu para 3,506 kg, em 2008-2009.

Na mesma comparação, o consumo por pessoa do refrigerante de cola subiu 39,3% - de 9,1 Kg para 12,7 Kg . As compras de água mineral aumentaram 27,5% (de 10,9 Kg para 13,9 Kg) e, no caso da cerveja, a alta no consumo por pessoa foi de 23,2% (de 4,6 Kg para 5,6 Kg).