Economia

Preço ao consumidor sobe 0,1% em novembro nos EUA

Da Redação ·
O índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) dos Estados Unidos subiu 0,1% em novembro, na comparação com outubro, em dado ajustado sazonalmente, informou hoje o Departamento de Trabalho do país. Esse foi o quinto aumento consecutivo, mas ficou abaixo da inflação de 0,2% prevista pelos economistas. O núcleo do CPI, que exclui os preços de alimentos e energia e é observado de perto pelo Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA), aumentou 0,1% - o primeiro movimento depois de três meses de leitura estável. O resultado ficou em linha com as estimativas dos economistas. O Fed considera o núcleo da inflação um medida melhor das tendências de preços, porque exclui componentes voláteis do índice. Em comparação com o mesmo mês do ano passado, a inflação subjacente foi de 0,8% em novembro, bem abaixo da meta informal do Fed, de entre 1,7% e 2,0%. Os preços da energia subiram 0,2% em novembro ante outubro, o menor ganho em cinco meses, à medida que os preços da gasolina aumentaram 0,7%. Os preços dos alimentos também cresceram 0,2%. Em um relatório separado, o Departamento de Trabalho informou que os ganhos semanais médios reais (descontada a inflação) caíram 0,1% em novembro, à medida que a semana média de trabalho ficou inalterada e os preços subiram. As informações são da Dow Jones.
continua após publicidade