Economia

Instituto eleva projeção para o PIB da Alemanha

Da Redação ·

O instituto Ifo elevou a projeção do Produto Interno Bruto (PIB) da Alemanha para uma expansão de 3,7% em 2010, ante a estimativa de crescimento de 2,1% feita em junho. Para 2011, a projeção aumentou de 1,5% para 2,4%. Segundo o instituto, a baixa taxa de juros e a queda no nível do desemprego devem favorecer o crescimento, mas os programas de consolidação fiscal na Alemanha e em outros países irão limitar a expansão econômica.

continua após publicidade

O programa de consolidação fiscal da Alemanha, que deve produzir uma poupança de 11 bilhões de euros ao governo, prevê a redução do déficit orçamentário por meio de cortes nos subsídios e benefícios de bem-estar social, além de aumento nos impostos indiretos. Mas o programa terá, ao mesmo tempo, um "impulso restritivo" ao crescimento econômico, disse o instituto. O Ifo estima que o déficit orçamentário do setor público irá crescer para 3,5% do PIB este ano, de 3% em 2009. Em 2011, ele cairá para 2,3% do PIB.

continua após publicidade

O crescimento mais lento nas economias emergentes no início deste ano começou a afetar os países desenvolvidos em meados do ano, disse o Ifo. Ao mesmo tempo, a situação segue tensa nos mercados financeiros, em meio às preocupações com o aumento dos déficits orçamentários e com a dívidas dos países. O Ifo observou ainda que as medidas de austeridade adotadas para reduzir os déficits deverão resultar em crescimento mais lento nos EUA, no Japão e na periferia da Europa - afetando, por sua vez, o crescimento na Alemanha. As informações são da Dow Jones.