Economia

Gabrielli diz que gás de cozinha não sobe há 7 anos

Da Redação ·

O presidente da Petrobras, José Sérgio Gabrielli, disse hoje que há mais de sete anos, desde o início do governo de Luiz Inácio Lula da Silva, o preço do gás liquefeito de petróleo (GLP) - o gás de cozinha - não sofreu qualquer alteração na refinaria. Gabrielli fez essas afirmações após o presidente Lula ter pedido, durante o balanço do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), a redução do preço do gás de cozinha.

continua após publicidade

Gabrielli atribuiu a elevação de preços à cadeia do setor, que é formada por distribuidores e varejistas. Ele salientou que a Liquigás, que é da Petrobras, tem 17% do mercado, mas essa fatia é insuficiente para puxar os preços para baixo, porque a venda direta ao consumidor final é muito pequena.

continua após publicidade

Gabrielli também evitou dizer se continuará à frente da estatal no governo Dilma Rousseff. "Não sei se vou continuar, não fui convidado", respondeu aos jornalistas. "A única coisa que sei é que o Lula me disse que, se eu me comportar bem, ele me manterá no cargo até o dia 31", brincou.