Economia

Setor quer aumento salarial e ameaça greve em dezembro

Da Redação ·
 Greve pode causar caos aéreo entre o Natal e o Ano-Novo; categoria quer aumento salarial
fonte: André Muzell/R7
Greve pode causar caos aéreo entre o Natal e o Ano-Novo; categoria quer aumento salarial

Os trabalhadores do setor aéreo ameaçaram cruzar os braços no mês de dezembro caso as empresas não reajustem os salários. Manifestações ocorriam simultaneamente nos maiores aeroportos do país, no Rio de Janeiro, em São Paulo e em Porto Alegre, segundo o SNA (Sindicato Nacional dos Aeroviários).

continua após publicidade

Aeronautas e aeroviários iniciaram por volta das 9h desta terça-feira (23) uma manifestação no aeroporto Santos Dumont, na região central do Rio de Janeiro. No aeroporto Antônio Carlos Jobim também estava programado um ato a partir das 11h.

continua após publicidade

O sindicato ainda realiza atos no aeroporto de Congonhas (na zona sul de São Paulo), a partir das 10h; no Salgado Filho (em Porto Alegre), às 17h; e nos terminais aéreos de Recife, de Brasília e de Salvador devido ao Dia Nacional de Luta dos Aeroviários e Aeronautas.

continua após publicidade

A Infraero (Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária) diz que os atos não prejudicam os voos em nenhuma das cidades.

continua após publicidade
continua após publicidade

Os aeroviários e aeronautas reivindicam um reajuste de 30% para as categorias que já tem piso salarial: agentes de aeroporto, agentes de proteção de aviação civil, mecânicos e auxiliares de mecânico.

continua após publicidade

Outra exigência é para que as demais categorias tenham reajuste de 15%. Além disso, eles reivindicam que seja instituído um piso de R$ 1.200 para operadores de equipamentos e de R$ 1.500 para agentes de check-in.

A presidente do SNA, Selma Balbino, diz que a greve dos aeroviários irá depender de uma reunião agendada para o dia 1º de dezembro com o SNEA (sindicato Nacional de Empresas Aeroviárias). Ela não descarta que uma greve pare os aeroportos nos dias de maior movimento no fim do ano.

- A Anac [Agência Nacional de Aviação Civil] deu uma declaração ontem [segunda-feira, 22] que não é verdadeira. Nossas relações não estão harmoniosas. Este movimento está acontecendo em todo o Brasil e em dezembro poderemos ter uma paralisação.