Economia

Copel tem lucro líquido de 11,2% no terceiro trimestre

Da Redação ·
Energia deve ser retomada a partir das 12h de amanhã. (Foto - arquivo)
fonte: AEN
Energia deve ser retomada a partir das 12h de amanhã. (Foto - arquivo)

O lucro líquido da Copel no terceiro trimestre deste ano atingiu R$ 316,2 milhões, o equivalente a um crescimento de 11,2% em relação ao resultado do mesmo período em 2009, quando o lucro chegou a R$ 284,4 milhões.
 

continua após publicidade

Esse resultado é decorrência, basicamente, do crescimento do mercado consumidor de energia elétrica na região atendida pela Companhia, formada por 393 dos 399 municípios paranaenses, que no intervalo de um ano avançou 7%.
 

Também foi especialmente significativa a expansão de 3,5% no número de ligações elétricas atendidas pela Copel em sua área de concessão no espaço de um ano. Entre 30 de setembro de 2009 e 30 de setembro de 2010, foram ligadas no Paraná 126 mil novas unidades consumidoras – o equivalente ao número de ligações elétricas existentes na cidade de Maringá.
 

continua após publicidade

A Companhia totalizava ao final de setembro último 3 milhões 718 mil 949 unidades consumidoras atendidas diretamente: 2 milhões 933 mil 515 residências, 66.820 indústrias, 306 mil 938 estabelecimentos comerciais e de serviços, 362 mil 453 propriedades e domicílios rurais e mais 49 mil 223 clientes de outras categorias de consumo.
 

RECEITA - No terceiro trimestre de 2010, a receita operacional líquida da Copel (que é o resultado auferido pela comercialização de seus serviços menos impostos e tributos) atingiu R$ 1 bilhão 610,4 milhões, com acréscimo de 13,5% sobre a receita líquida de 2009 – que foi de R$ 1 bilhão 418,3 milhões.
 

A capacidade de geração de caixa no trimestre medida pelo Lajida (lucros antes de juros, impostos, depreciações e amortizações) chegou a R$ 489 milhões, com aumento de 14,7% sobre os R$ 426,3 milhões apurados no mesmo período de 2009.
 

continua após publicidade

ACUMULADO - Levando-se em conta os nove primeiros meses deste ano em comparação com o mesmo período de 2009, o lucro líquido da Copel decresceu 20%, baixando de R$ 846,4 milhões em 2009 para R$ 675,9 milhões. Em compensação, a receita operacional líquida acumulada de janeiro a setembro de 2010 foi 10% maior, elevando-se de R$ 4 bilhões 131,8 milhões para R$ 4 bilhões 549,4 milhões.
 

Ainda considerando os resultados acumulados entre janeiro e setembro de cada ano, a capacidade de geração de caixa da Copel decresceu 23,7%, recuando de R$ 1 bilhão 368,7 milhões para R$ 1 bilhão 044,3 milhões.
 

INVESTIMENTOS - O programa de investimentos da Companhia atingiu até 30 de setembro deste ano o montante de R$ 700,7 milhões, cabendo a maior parcela (R$ 451,3 milhões) a obras de extensão, reforço, melhoria e modernização do sistema elétrico de distribuição e demais estruturas de atendimento ao público. As obras nos sistemas de geração e transmissão de energia absorveram R$ 60,4 milhões e a expansão do sistema de telecomunicações, R$ 51 milhões.
 

A construção da Usina Mauá, no rio Tibagi, recebeu R$ 138 milhões em recursos. A hidrelétrica, que está sendo feita em parceria com a Eletrosul, começará a operar nos primeiros meses do ano que vem, com potência instalada de 361 megawatts – o suficiente para atender ao consumo de uma cidade com cerca de 1 milhão de habitantes.