Economia

Feriado de novembro tem praia mais barata

Da Redação ·

Alugar um imóvel na praia para os feriados de novembro pode sair até pela metade do preço daqueles cobrados no Carnaval deste ano. Um levantamento do Creci-SP (Conselho Regional de Corretores de Imóveis do Estado de São Paulo), divulgado nesta quarta-feira (27), mostra que a queda no valor das diárias para os dias 2 (Finados) ou 15 (Proclamação da República) chegam a 46,45%.

continua após publicidade

De 21 tipos de imóveis pesquisados em 11 cidades litorâneas, os valores das diárias tiveram redução em 19, segundo a pesquisa do Creci. A pesquisa foi feita em 43 imobiliárias do litoral do Estado.

continua após publicidade

Somente as casas de um dormitório no litoral sul e as de quatro quartos na região central do litoral tiveram aumentos. No primeiro caso, o preço médio pedido pela diária passou de R$ 160, no Carnaval, para R$ 300 (ou 87,5% a mais); no segundo, os valores foram de R$ 556,67 para R$ 1.000.

continua após publicidade

O valor diário de locação que mais caiu na comparação de novembro com fevereiro foi o de casas de um dormitório no litoral norte. Elas eram alugadas por R$ 311,25 em fevereiro, e agora estão sendo ofertadas por R$166,67.

Para quem procura imóveis em conta, os menores preços são dos de um só quarto: no litoral sul, onde estão Mongaguá e Praia Grande, uma casa pode ser alugada por R$ 300, e um apartamento sai por R$ 150. No litoral central, em cidades como Guarujá e Santos, os valores das diárias variam de R$ 200 (casa) a R$ 250 (apartamento). Em Ubatuba e Ilhabela, no litoral norte, os apartamentos saem por R$ 250 e as casas, por R$ 166,67.

continua após publicidade

Os imóveis médios, de dois ou três quartos, têm os melhores preços no litoral sul. As casas vão de R$ 251 (dois quartos) a R$ 390 (três quartos), enquanto os apartamentos variam de R$ 235,71 a R$ 370.

continua após publicidade

No litoral central, casas de dois quartos têm o melhor preço: R$ 225. Apesar disso, os apartamentos têm diária de R$ 337,50. Os mais caros entre estão no litoral norte: as casas de dois quartos saem por R$ 283,33 e os apartamentos, por R$ 350. Não há apartamentos de três quartos disponíveis em cidades como Ubatuba e Ilhabela.

continua após publicidade

Para José Augusto Viana Neto, presidente do Creci-SP, só vai ver vantagem na queda de preços quem conseguir alugar antecipadamente.

- Quem deixar para a última hora provavelmente não encontrará o que alugar e, se encontrar, certamente vai pagar mais caro.

O Creci pesquisou os valores de diárias de locação nas cidades de Ubatuba, Santos, Bertioga, Caraguatatuba, Peruíbe, Itanhaém, Guarujá, Ilhabela, São Sebastião, Mongaguá e Praia Grande.