Economia

IBGE: desemprego de 6,2% é o menor da série histórica

Da Redação ·

O desemprego apurado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em setembro, de 6,2%, representou a menor taxa mensal da série histórica da Pesquisa Mensal de Emprego (PME), iniciada em março de 2002. A informação foi destacada hoje pelo gerente da pesquisa, Cimar Azeredo. Segundo ele, o levantamento registrou outro recorde: em setembro, pela primeira vez na série histórica, o número de desocupados nas seis regiões ficou abaixo de 1,5 milhão de pessoas, somando 1,48 milhão.

continua após publicidade

O número de ocupados nas seis principais regiões metropolitanas do País somou 22,28 milhões de pessoas em setembro, com aumento de 0,7% ante agosto e alta de 3,5% na comparação com setembro de 2009. Já o número de desocupados, de 1,48 milhão em setembro, indicou uma queda de 7,5% ante agosto e um recuo de 17,7% em relação a setembro de 2009.

continua após publicidade

Rendimento habitual

continua após publicidade

A massa de rendimento médio real (descontada a inflação) habitual dos trabalhadores nas seis principais regiões metropolitanas do País chegou a R$ 33,8 bilhões em setembro, informou o IBGE. O resultado representa uma alta de 2,1% em relação a agosto e um aumento de 10,1% na comparação com setembro de 2009.

Já a massa de rendimento médio real efetivo somou R$ 33,5 bilhões em agosto, com alta de 2,6% em relação a julho e um aumento de 10,5% ante agosto do ano passado. A renda real efetiva sempre se refere ao mês anterior ao da taxa de desemprego.